Retrô: a modernidade da Revista Klaxon

quarta-feira, 2 de março de 2011

As moderninhas capas de Klaxon, a face artista gráfico de Guilherme de Almeida
A revista Klaxon é considerada consequência imediata da Semana de Arte Moderna de 1922. Contando com a participação de nomes como Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Guilherme de Almeida e outros, sua primeira edição surgiu em maio de 1922, três meses após o evento, e foi encerrada repentinamente em de 1923, sem explicação alguma na própria revista.

Ao longo do tempo de vida da publicação, as capas, embora impactantes, permanecem praticamente iguais. Os aspectos que chamam mais atenção são a enorme e longilínea letra “A” colorida com uma diagramação de modo a aproveitá-la em qualquer posição e o pouco convencional número da edição na horizontal.

Apesar das limitações técnicas da época, é inegável que havia uma grande preocupação em explorar recursos e valores plásticos no jogo visual das palavras e números. Mais que uma composição visualmente agradável, há uma intencionalidade em todos os elementos. A capa sem improvisos desafia o intérprete a captar a totalidade de significados inscrita.

Outra questão é a possível influência do francês Léger, que utilizava uma enorme letra “N” como centro de composição de seu romance La Fin die Monde Filme par I’Angé Notre Dame. Versão que foi negada por Guilherme de Almeida, autor da capa de Klaxon. 

Guilherme de Almeida se inspirou em Léger?
As pinturas e as ilustrações da revista são todas de artistas plásticos modernistas como Victor Brecheret, Di Cavalcanti, Anita Malfatti, Tarsila do Amaral e outros. Apesar de ocupar um espaço reduzido no mensário, as imagens estão sempre presentes e todas procuram estar além da simples reprodução da realidade, o que era muito inovador para a época. 
Ilustrações Brecheret e Di Cavalcanti para Klaxon
Com relação a publicidade, a revista teve duas impactantes propagandas de produtos, ambas feitas por Guilherme de Almeida. No anúncio do Chocolate Lacta, apenas duas palavras que se repetem são utilizadas: coma Lacta. A primeira, no imperativo, forma uma moldura ao redor da página e a segunda fica na parte central da página em diversas posições. É possível verificar um jogo tipográfico na palavra Lacta. Cada letra tem uma tipologia diferente, o que confirma a preocupação em explorar os elementos plásticos. Neste caso, fica fácil perceber a mensagem: coma, coma, coma, os variados produtos da Lacta, a partir das duas palavras. A mensagem publicitária de Klaxon, assim como a capa, é vanguardista, direta e objetiva, além de impor usos e costumes. É possível verificar influência do construtivismo russo na ousadia do anúncio. O resultado é o impacto visual. Tão diferente de outros anúncios da mesma Lacta publicados na época e outros de décadas depois, que tentam convencer com os tradicionais versinhos simpáticos. 
Anúncios do chocolate Lacta em Klaxon (1922) e no jornal Estado de São Paulo (1962)
O outro anúncio é de um Guaraná, veiculado como a nova moda. Há o emprego de uma xilografia expressionista com uma moldura de linhas fortes e um homem com semblante reflexivo, completamente compatível com a figura do sábio. Essa figura é totalmente fragmentada por faixas brancas interconectadas como um labirinto, com legendas com os nomes de outras bebidas riscadas, deixando destacado apenas o guaraná espumante. Sob a figura está a legenda “a obsessão do sábio”, como se o guaraná fosse o “vencedor” e as outras bebidas fossem as “rejeitadas”. Mais uma vez é possível verificar a preocupação com a originalidade e com a utilização de recursos que enfatizam o aspecto plástico da composição.
Anúncio de Guaraná na Klaxon número 2
O mais legal é que podemos encontrar as edições integrais de Klaxon disponíveis para download no site da Biblioteca Brasiliana.

Um comentário:

  1. Muito bom esse site!!me ajudou bastante na pesquisa sobre a Revista Kloxon para a faculdade.Obrigada a todos que contribuiram para o desenvolvimento daquele.
    Abraços
    Monique de Souza

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...