Casas voadoras

domingo, 26 de agosto de 2012

Já pensou em poder morar em uma casa voadora? Ficar bem longe daqueles vizinhos que você não gosta e ter como companhia apenas o céu e os pássaros? Pois foi exatamente isso que o francês Laurent Chehere fez na série Flying Houses.
Inspirado pela arquitetura dos séculos XIX e XX nos bairros de Belleville e Menilmontant, ele explora diferentes construções e consegue um resultado surreal ao tornar as casas flutuantes como balões.

Vaga de estágio - Museu do Futebol

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

O Instituto da Arte do Futebol Brasileiro,  entidade gestora do Museu do Futebol , informa que selecionará  estagiário para a área de comunicação.

Curso: Jornalismo ou área de comunicação afim
Currículos para: selecao@sinergiarh.com.br
Mais informações: (11) 4508-9035

Avenida Brasil minimalista

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Ilustração e design por Rafael Barletta

Drogas e Arte

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Óleo de haxixe extraído com butano
O videomaker e artista americano Bryan Lewis Saunders encontrou uma maneira diferente e controversa de fazer arte. Ele resolveu fazer uma série de autorretratos sob efeito de diferentes drogas.
O experimento foi realizado em agosto de 2001 e, para isso, Saunders utilizou cerca de 18 substâncias  entre maconha, cocaína, remédios controlados e outras  em 11 dias. 
Para fazer alguns retratos ele utilizou apenas uma droga e em outros mais de uma, como pode ser conferido nas legendas das imagens.
A série completa pode ser vista no site pessoal de Bryan.

Abilify / Xanax / Ativan
Chiletes de nicotina
Morfina IV
2 cápsulas de cogumelos psilocibinos
Óxido Nitroso
10mg de Adderall
3mg Klonopin (Clonazepam)
Haxixe
4mg de Dilaudid
Dois brownies de maconha
10mg de Loritab
Ativan e Haloperidol
50mg de Zoloft 
0,5g de Cocaína
Crystalmeth
Inalação de gás
15mg de Buspar (inalado)
10mg de Zyprexa
7.5mg Hydrocodone / 7.5mg Oxycodone / 3mg Xanax
Maconha
Uma taça do "verdadeiro" absinto
Ritalina
Valium I.V. (Diazepam)
2 garrafas de xarope para a tosse

Arco-íris suicida

segunda-feira, 6 de agosto de 2012


Adam Rowney é um fotógrafo inglês que se destaca principalmente por seu trabalho relacionado ao universo da moda. Nesse post vemos o ensaio Suicide Rainbow (ou Arco-íris Suicida) que se difere um pouco do que Rowney costuma apresentar. 
Na série temos uma visão quase surrealista sobre o suicídio quando o fotógrafo opta usar o colorido do arco-íris ao invés do vermelho sangue nos efeitos de pós-produção. 
Assim, a mistura entre beleza / moda com o lado sombrio da morte traz uma visão romântica a um momento trágico.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...