Guia rápido de tipos de impressão e matrizes gráficas - Parte II

domingo, 11 de maio de 2014

Guia rápido de tipos de impressão e matrizes gráficas - Parte II é a continuação do resumão das características dos principais métodos de impressão e em qual situação é mais adequada para escolher cada um deles. Nesse post: tampografia, serigrafia, impressão digital, holografia e plotter. (Veja a parte I clicando aqui)

TAMPOGRAFIA
Matriz: tampão flexível para impressão em suportes irregulares 
Grafismo: matriz flexível, captura tinta do clichê
Tinta: diversas, de acordo com tipo de suporte
Modo de impressão: transferência indireta do tampão para o suporte
Suporte: diversos suportes, em superfícies irregulares
Secagem: por oxidação e UV
Tiragem: médias e altas 
Resultado do grafismo: bom resultado com traço
Retículas: evitar retículas, trabalhar com traço
Áreas mínimas e máximas: definição ruim entre tons e cores. Prefira usar cores chapadas
Bom para: objetos com superfície irregular, brindes promocionais, canetas, canecas, bolas etc

SERIGRAFIA
Matriz: de nylon, gravada a partir de suportes transparentes (fotolito) 
Grafismo: áreas de grafismo vazadas a partir do nylon
Tinta: diversas, de acordo com tipo de suporte
Modo de impressão: transferência direta para o suporte
Suporte: diversos 
Secagem: por oxidação, UV e elevação da temperatura
Tiragem: pequenas e médias  
Resultado do grafismo: bom resultado para grafismo a traço. Áreas reticuladas são visíveis a olho nu.
Retículas: evitar retículas, trabalhar com traço
Áreas mínimas e máximas: definição ruim entre tons e cores. Prefira usar cores chapadas
Bom para: os mais variados suportes

IMPRESSÃO DIGITAL
Matriz: não utiliza matriz 
Grafismo: sem relevo com tinta, com relevo com toner
Tinta: tintas ou toner à base de pigmentos ou corantes
Modo de impressão: direto sobre o suporte
Suporte: papéis, plásticos, vegetais, papéis metalizados 
Secagem: por oxidação ou secagem por lâmpadas
Tiragem: pequenas em cor, altas em preto e branco  
Resultado do grafismo: bom resultado, pontos bem reduzidos e contorno médio dos traços
Retículas: pontos uniformes e redondos ou jato de tinta
Áreas mínimas e máximas: boa definição entre tons de cores
Bom para: provas de cores, boletos, materiais promocionais, mala direta etc

HOLOGRAFIA
Feita por um feixe de laser especial, lentes, espelhos, prismas e emulsão para alta resolução dá um efeito tridimensional a impressão.
Bom para: Muito utilizado para impressos de segurança

PLOTTER
Tinta: pode usar tinta da indústria automobilística, o que dá resistência para sol, chuva etc
Suporte: variados
Resultado do grafismo: boa resolução de contornos
Áreas mínimas e máximas: a impressão não tem alta definição mas existe uma compensação visual, já que é vista de longe
Bom para: ideal para grandes formatos como painéis e outdoors

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...