A espantosa propaganda do início do século 20 contra o voto feminino

segunda-feira, 18 de julho de 2016

"Voto para mulheres."/ "Eu salvei meu país para isso."
A conquista de direitos nunca foi uma tarefa fácil e sempre haverá grupos conservadores tentando barrar o reconhecimento dessas garantias. Podemos citar a questão dos negros, dos LGBT e, é claro, com as mulheres não é diferente. 
Essa seleção de cartões postais e pôsteres do início do século XX fazem parte da propaganda usada nos Estados Unidos e Inglaterra (mas aqui no Brasil não foi muito diferente disso) contra o direito das mulheres votarem, contra as sufragistas. O voto feminino é atacado com alertas sobre o suposto perigo que isso acarretaria à preservação da família (sim, os séculos passaram e o papo se repete ainda hoje) e ao lugar do homem na sociedade. Preparem seus estômagos...

Finalmente paz
"A mulher masculina
Ela é masculina dos sapatos ao chapéu,
Casaco, colar, camisa e gravata.
Ela usa calças na rua pra se sentir completa,
Mas ela sabe que a lei não permitirá isso."
"Origem e desenvolvimento de uma sufragista: Aos 15 um bichinho de estimação. /
Aos 20 uma coquete. / Aos 40 não é casada ainda. /Aos 50 uma sufragista."
Não se preocupe, o pior ainda está por vir
"Minha mulher se juntou ao Movimento Sufragista. (Sofro desde então). "
Isso não é trabalho de homem

"Todo mundo trabalha menos a mamãe. Eu quero votar mas minha mulher não deixa."

"O lugar da mulher é em sua casa." 
"O que eu faria com uma sufragista."
"Sufragistas atacando um policial."
"Voto para mulheres."
Encontre a cabeça da casa

"Quando mulheres votam maridos trabalham das 3 da manhã à meia noite."
"Eu posso ser a sua líder um dia."

"Alimentando uma sufragista à força." 
"Se você ama sua mulher, ama menos a sua vida."
"Sufragistas atacando o congresso."


"Dia do voto."
"Onde será que está minha linda esposa esta noite?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...